• SOBRE A CLÍNICA
  • FALE CONOSCO
  • INTRANET
  •  
  • Exames e Serviços

    Confira aqui a relação

  • Convênios/Cartões

    Consulte as coberturas

  • Canais

    Veja mais informações

  • Fale Conosco

    Entre em contato conosco

  • Sobre a Clínica / Apresentação

    O que é?
    É uma especialidade médica que utiliza mínimas quantidades de substâncias radioativas ou "traçadores" para diagnosticar ou tratar certas doenças. Esses traçadores, chamados radiofármacos, são atraídos por órgãos ou tecidos específicos cuja função se quer estudar e, por isso, não provocam reações adversas.

    Como se realiza um exame de Medicina Nuclear?
    Os exames de Medicina Nuclear são seguros e praticamente indolores: uma pequena quantidade do traçador é absorvida pelo corpo por via intravenosa, oral ou por inalação. Estas substâncias têm como alvo os órgãos, ossos ou tecidos específicos do corpo. A quantidade de material radioativo usado é medida especificamente para cada caso e paciente.

    Após ter recebido o radiofármaco, o paciente obterá suas imagens em Medicina Nuclear (ou cintilografias) através de um tipo especial de câmara (Gama Câmara ou Câmara de Cintilação). Este equipamento possui detectores especiais que podem captar a pequena radiação localizada dentro do corpo e transformá-la em imagem, fornecendo informações que serão avaliadas pelo médico nuclear.

    Quais as indicações?
    Os exames de Medicina Nuclear serão úteis nos casos em que o médico queira estudar o funcionamento ou danos fisiológicos em diferentes órgãos e tecidos. Existe quase uma centena de diferentes exames de Medicina Nuclear hoje disponíveis, incluindo análises do funcionamento do coração, do cérebro, da tireóide, dos rins, do fígado e dos pulmões, avaliação de doenças nos ossos, além de fazer diagnóstico de tumores nos principais órgãos do corpo.

    A Medicina Nuclear pode também auxiliar no tratamento de algumas doenças, tendo aplicação terapêutica em tratamentos de hipertireodismo, câncer de tireóide, dor óssea provocada por alguns tipos de câncer, entre outras.

    Quais as vantagens da Medicina Nuclear?
    Esta especialidade diagnóstica utiliza-se de métodos seguros, praticamente indolores e de relativamente baixo custo para fornecer informações que outros exames diagnósticos não conseguiriam. Fornece ao paciente um exame não invasivo e de elevada sensibilidade diagnóstica que detecta alterações em estágios precoces de algumas doenças, promovendo assim, melhores chances de um tratamento efetivo.